Buscar
  • CARAVANA DE LUZ EDITORA

Mediunidade em nossas vidas

Por Alexsandra Moreira de Castro

"E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; e os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos jovens terão visões, e os vossos velhos sonharão sonhos; e também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão; e farei aparecer prodígios em cima, no céu; e sinais em baixo na terra, sangue, fogo e vapor de fumo. O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor. " (Atos 2:17-20)



Vocês sabem o que é mediunidade? Será que tem a ver com o sobrenatural, com fantasmas, com casas mal assombradas? Mediunidade seria o mesmo que ler a mão ou prever o futuro pelas cartas? Ou seria o mesmo que enxergar os nossos antepassados ou ouvir espíritos? E se eu disser que a mediunidade sempre existiu? Que ela é inerente a todo e qualquer ser humano?


Para continuarmos, é preciso que respondam a 3 (três) perguntas: Credes em Deus? Credes que tendes uma alma? Credes na sobrevivência da alma após a morte? Se a resposta for sim, estamos preparados para a alertiva contida no item 159 de O Livro dos Médiuns: “Todo aquele que sente, num grau qualquer, a influência dos Espíritos é, por esse fato, médium. Essa faculdade é inerente ao homem; não constitui, portanto, um privilégio exclusivo. Por isso mesmo, raras são as pessoas que dela não possuam alguns rudimentos. Pode, pois, dizer-se que todos são, mais ou menos, médiuns. Todavia, usualmente, assim só se qualificam aqueles em quem a faculdade mediúnica se mostra bem caracterizada e se traduz por efeitos patentes (que podem ser físicos ou inteligentes, de certa intensidade, o que então depende de uma organização mais ou menos sensitiva. É de notar-se, além disso, que essa faculdade não se revela, da mesma maneira, em todos.


De maneira geral, a mediunidade de efeitos inteligentes ou intelectuais, pode ser classificada em: intuitiva (a intuição é faculdade comum a todos os seres humanos; é uma espécie de percepção, geralmente muito sutil, fora dos sentidos do corpo, e se manifesta através de uma ideia ou de uma imagem que passa por nossa cabeça), audiência, psicofonia, psicografia, vidência e sonambulismo (“o sonâmbulo age sob a influência do seu próprio Espírito; é sua alma que, nos momentos de emancipação, vê, ouve e percebe, fora dos limites dos sentidos... Numa palavra, ele vive antecipadamente a vida dos Espíritos.O Livro dos Médiuns (peça em nossa livraria), item 172).


Já a mediunidade de efeitos físicos (a que se apresenta por efeitos sensíveis, como ruídos, pancadas, movimentação de corpos sólidos), pode ser classificada nos seguintes tipos: tiptologia basculante e alfabética, pneumatografia ou escrita direta, pneumatofonia ou voz direta, materialização de Espíritos e transporte de objetos.


Citamos exemplos de médiuns: Abraão, José do Egito, Moisés, João Batista, Pedro, Madalena, Paulo de Tarso, Estevão, Irmãs Fox, Léon Denis, Bezerra de Menezes, Yvonne do Amaral Pereira, Mahatma Gandhi, Madre Tereza de Calcutá, Francisco Cândido Xavier, Divaldo Pereira Franco, Maria Fátima Ferreira de Carvalho...


Perceberam? Estamos imersos em um mundo invisível e influem os Espíritos em nossos pensamentos e em nossos atos muito mais do que imaginamos (O Livro dos Espíritos (peça em nossa livraria), questão 459). Mas, não se preocupem! A conexão só é feita por nossa crença íntima. Se acreditamos no bem, no belo e no amor, Espíritos que também acreditam no bem, no belo e no amor se unirão a nós. Portanto, “nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta”, como Paulo registrou aos Hebreus, no capítulo 12, versículo 1.


Mas, como deixar todo o embaraço e o pecado que nos rodeia de tão perto? Através:

1. do estudo do Evangelho (que é ler, refletir, usar a inteligência para apreender e aprender os ensinos de Jesus);

2. do trabalho no bem (que é a vivência do Evangelho no dia a dia) e

3. da reforma íntima (que é a mudança interior; é a autoiluminação, que Emmanuel traz para nós na obra O Consolador (peça em nossa livraria), psicografia de Francisco Cândido Xavier, na questão 220: vibrar e sentir com o Cristo).



O estudo, o trabalho e a reforma íntima são instrumentos essenciais, ferramentas capazes de disciplinar os nossos desejos, os nossos sentimentos e os nossos pensamentos, permitindo uma sintonia mais elevada com a Espiritualidade (ver capítulo 2: Cartão de visita, da obra Seara dos Médiuns (peça em nossa livraria), ditada por Emmanuel e psicografada por Francisco Cândido Xavier).




Concluo essas considerações celebrando os 160 anos de O Livro dos Médiuns, através do convite à leitura e ao estudo da obra Sondando o Extraordinário em O Livro dos Médiuns – Guia de Estudos Espíritas, da Coleção Iluminar, lançada pela Caravana de Luz Editora, que, além de detalhar O Livro dos Médiuns, de ponta a ponta, apresenta 25 (vinte e cinco) temas, de água fluidificada a xenoglossia. Explore, examine, percorra, descubra o extraordinário que mora em cada um de nós e que nos circunda, rumo ao Mundo de Regeneração!




#CaravanaDeLuzEditora; #espiritismo; #DoutrinaEspírita; #AlanKardec; #Kardec; #obrasbásicas; #OLivrodosMédiuns; #ColeçãoIluminar; #SondandoOExtraordinário; #mediunidade; #faculdademediúnica; #influênciadosEspíritos; #todossomosmédiuns; #médiuns; #livroSearadosMédiuns; #SearadosMédiuns; #OLivrodosEspíritos; #InvestigandoOLivrodosEspíritos; #espíritos; #livroOConsolador;




COPYRIGHT 2015. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS A CARAVANA DE LUZ EDITORA. 

 

Créditos do Site: Luciana De Carvalho