Buscar
  • CARAVANA DE LUZ EDITORA

Tolerância

Por Alexsandra Moreira de Castro

Precisamos aprender a viver em sociedade!!!

Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade; Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. Paulo (Colossenses 3,12-13)



No Dia Internacional para a Tolerância, 16 de novembro, foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1996. O objetivo é combater qualquer tipo de preconceito, vez que a ONU entende a tolerância como um caminho para a paz mundial. Em nossa Pátria, comemoramos o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, 21 de janeiro.


É importante refletirmos, portanto, que o preconceito (opinião ou sentimento concebido sem exame crítico) está presente em nossa sociedade e se manifesta, em nós, de várias formas, em pensamentos, palavras e atitudes revestidos de intolerância e de discriminação com relação ao outro, considerando origem social, raça, gênero, sexualidade, religião, situação sócio-econômica, ainda que a nossa sociedade seja múltipla, plena de cores e de formas.


É fundamental, também, nos recordarmos, a esse título, de duas afirmativas de Jesus. A primeira: Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós” (Mateus 7,2). A segunda: Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes” (Marcos 12,30-31).


Afirma a Espiritualidade Maior, em O Livro dos Espíritos [1], questão 793, que uma civilização é reconhecida como completa por seu desenvolvimento moral, ou seja, quando houver “banido os vícios que a desonram e quando vivermos como irmãos, praticando a caridade cristã”. Em outras palavras, em uma sociedade evoluída, não há espaço para a intolerância, nem para o preconceito, muito menos para a discriminação.


Perguntemo-nos: quando estamos diante de nosso irmão ou de nossa irmã, em Jesus Cristo, sabemos acolher as diferenças com respeito, levando em conta o que o outro sente, pensa, fala, faz? Sabemos conversar, tendo olhos de ver e ouvidos de ouvir? Sabemos promover o fortalecimento dos vínculos de liberdade, de igualdade, de fraternidade, de solidariedade, de justiça e de tolerância (valores que fundamentam as sociedades humanas), de modo que esses irmãos possam se apresentar flexíveis, diante das adversidades da vida? Sabemos nos apresentar como flexíveis diante dos desafios diários ou nos mostramos inflexíveis? Sabemos pensar feridas alheias, com cuidado e carinho, ou as alargamos?


Paulo nos socorre, enumerando características que precisamos desenvolver: misericórdia, benignidade, humildade, mansidão, longanimidade, suportando-nos uns aos outros, a fim de que a palavra de Cristo habite em nós abundantemente.


Assim, “analisa as tuas próprias faltas, contabiliza teus desacertos e assesta a lente de tuas observações e verás que somos aquilo que cultivamos no pretérito, mediante as características das imperfeições que carregamos em nossos mínimos atos. (...) não olvides entender o teu semelhante, dentro dos limites peculiares à sua retidão moral. Ajudando, com amor, estarás ajudando a ti mesmo” [2].


Que a tolerância crística reine em nossos corações!


Aproveite, e leia também, o artigo "Na estrada de Damasco: uma reflexão sobre o fanatismo ideológico" (clique aqui); e, o artigo "A unidade na diversidade: refletindo sobre a tolerância nas relações humanas" (acesse aqui).






[1] KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos (peça em nossa livraria). Capítulo 8: Da lei do progresso, questão 793.

[2] RODRIGUES JR, Adail Sebastião. Receitas de luz e Renovação, por Espíritos diversos. Capítulo: Indulgência.




#CaravanaDeLuzEditora; #DiaInternacionalparaaTolerância; #tolerância; #discriminação; #preconceito; #julgamentos; #amoràDeus; #amorAOpróximo; #JesusCristo; #CaridadeCristã; #sociedade; #viveremsociedade; #DesenvolvimentoMoral; #SociedadeEvoluída; #respeito; #OuvidosDeOuvir; #fraternidade; #igualdade; #solidariedade; #justiça; #misericórdia; #benignidade; #humildade; #mansidão; #longanimidade; #amor;

COPYRIGHT 2015. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS A CARAVANA DE LUZ EDITORA. 

 

Créditos do Site: Luciana De Carvalho