Buscar
  • CARAVANA DE LUZ EDITORA

Clube do Livro: o Espiritismo em ação

Por André Azevedo


“Resta-me, senhores, chamar a vossa atenção para uma coisa importante. Quero falar do emprego dos dez mil francos que me foram enviados há cerca de dois anos por um assinante da Revista Espírita, que quis guardar o anonimato.[…] Esta soma formará o primeiro fundo de uma caixa especial, sob o nome de Caixa do Espiritismo, e que nada terá em comum com os meus negócios pessoais. Será posteriormente aumentada com as somas que lhe puderem chegar de outras fontes e destinada exclusivamente às necessidades da Doutrina e ao desenvolvimento das ideias espíritas”.


Discurso proferido por Allan Kardec na abertura do ano social da Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, em 1º de abril de 1862. In: Revista Espírita, ano V, nº 6, junho de 1862, p. 227.



Desde os anos iniciais da Doutrina, as casas espíritas, em toda parte, não prescindiram do concurso material de seus associados e de outras pessoas que, simpáticas à causa do Consolador, desejavam contribuir para sua consolidação e expansão. No trecho citado da Revista Espírita, vemos o Codificador prestando contas aos membros da Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas a respeito de considerável quantia que lhe fora confiada em doação por um assinante da Revista Espírita. Em sua sabedoria, Kardec deixa clara a necessidade de separar seu patrimônio pessoal daquele referente à obra espiritista, o qual não poderia ter outro uso que não o desenvolvimento dessa mesma obra, em benefício de todos.


A exemplo do primeiro centro espírita, muitas casas que guardam fidelidade à Codificação Kardequiana realizam junto a seus associados e simpatizantes campanhas regulares para a arrecadação de recursos diversos, a serem empregados não apenas na manutenção dos espaços físicos necessários ao desenvolvimento das atividades doutrinárias, como também – e isso é o mais importante – ao financiamento de ações voltadas ao exercício da caridade material, com o propósito de mitigar, tanto quanto possível, as dores inenarráveis da miséria, a que ainda estão submetidos, infelizmente, muitos de nossos irmãos em Humanidade.


Nesse contexto, a Caravana de Luz Editora decidiu criar, há 7 anos, seu Clube do Livro, com o duplo propósito de divulgar a Doutrina Espírita e constituir uma nova fonte de financiamento para as ações realizadas pela Ação Social Caravana de Luz (ASCL) – Jardim das Borboletas, entidade sem fins lucrativos que desenvolve, no município de Belo Horizonte, diversas iniciativas de promoção social junto a pessoas e famílias em situação de pobreza e vulnerabilidade socioeconômica.



Por meio dos diversos planos disponíveis, o Clube do Livro oferece a seus assinantes obras espíritas de qualidade, previamente revisadas pela experiente equipe de curadores da Caravana de Luz Editora. Por meio dessa iniciativa, o leitor recebe em casa – mensalmente ou bimestralmente, conforme o plano selecionado – obras de estudo e/ou romances espíritas para sua iluminação pessoal. Além de contar com esse manancial de conhecimento colocado à sua disposição, o assinante contribui para o fortalecimento de uma obra de caridade em constante expansão.


Estudo, trabalho e reforma íntima são os três elementos frequentemente citados como indispensáveis à vivência da Doutrina Espírita. No Clube do Livro, é possível conjugar todos eles; o estudo das boas obras contribui para a expansão do trabalho no bem e, com isso, sensibilizamo-nos, a cada dia, para as questões interiores que precisamos aperfeiçoar em nós mesmos. Fica o convite, que se repete desde os tempos da Codificação: vamos, juntos, viver o Espiritismo?





#CaravanaDeLuzEditora; #ClubeDoLivroCaravanaDeLuz; #IluminaçãoDoSer; #CrescimentoEspiritual; #EspiritismoemAção; #caridadeemação; #ASCL; #AçãoSocialCaravanaDeLuz; #JardimDasBorboletas; #AlegriaDeServir; #LivrosEspíritas; #DoutrinaEspírita; #ClubedoLivroEspírita; #romancesespíritas; #livrosdeestudoespíritas; #espiritismo;