Buscar
  • CARAVANA DE LUZ EDITORA

Nossa responsabilidade para com o planeta Terra

Por Angelina Freitas

​​“O mineral é atração. O vegetal é sensação. O animal é instinto. O homem é razão. O anjo é divindade. Busquemos reconhecer a infinidade de laços que nos unem nos valores gradativos da evolução e ergamos em nosso íntimo o santuário eterno da fraternidade universal.” Emmanuel, em O Consolador (peça em nossa livraria), questão 79.


Há 49 anos comemoramos, no dia 22 de abril, O Dia do Planeta Terra, e muitos são os motivos para profundas reflexões. Estamos em um planeta com uma biodiversidade impressionante, onde os seres vivos, compondo ecossistemas dinâmicos, têm suas vidas interligadas em regime de cooperação, competição, predação e simbiose. Segundo dados do site do Ministério do Meio Ambiente, estima-se que até 100 milhões de diferentes espécies vivas dividam este mundo conosco, apesar de termos catalogadas menos de 2 milhões. Estamos em um planeta que nos abriga e nos possibilita vivenciar um processo de evolução moral e espiritual.


Infelizmente, há algum tempo, como nos alertam os Espíritos na questão 735 de “O Livro dos Espíritos” (peça em nossa livraria), temos contribuído para o desequilíbrio dessa biodiversidade, por meio de práticas abusivas nas áreas econômicas, esportivas, alimentares e sociais, ameaçando de extinção espécies vegetais e animais e colocando em risco a própria sobrevivência humana no planeta.


Somos criados por Deus para convivência harmônica entre todos os seres, que evoluem incessantemente. André Luiz na obra “Os Mensageiros” (peça em nossa livraria), no capítulo 42, nos alerta: “Ensinemos aos nossos irmãos que a vida não é um roubo incessante, em que a planta lesa o solo, o animal extermina a planta e o homem assassina o animal, mas um movimento de permuta divina, de cooperação generosa, que nunca perturbaremos sem grave dano à própria condição de criaturas responsáveis e evolutivas!”


Comemoremos a responsabilidade para com a vida no planeta Terra, qualquer que seja o reino em que se apresente. O Espírito Elvira Luciani, na obra Receitas de Amor e Paz, no capítulo “Em paz”, alerta-nos acerca das dádivas divinas que nos são ofertadas pelo Amor do Criador: as águas em forma de rios que fecundam os solos, o ar que retempera e purifica os pulmões. E desperta em nossos corações o amor que devemos a todas as criaturas: “A Natureza, pois, é a Voz Imaculada e Santa de Deus, em que a orquestra divina entoa cânticos de perfeição e luz, em plena harmonia de notas de misericórdia inexaurível... Assim, também, o Pai aguarda que façamos.”




#DiaDoPlanetaTerra; #DiaDaTerra; #Terra; #FuturoDaTerra; #PlanetaTerra; #biodiversidade; #obraOConsolador; #OLivrodosEspiritos; #especies; #vegetais; #animais; #obraOsMensageiros; #espiritoAndreLuiz; #responsabilidade; #vida; #ReceitasDeAmorEPaz; #SerieReceitas; #Deus; #CaravanaDeLuzEditora;

COPYRIGHT 2015. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS A CARAVANA DE LUZ EDITORA. 

 

Créditos do Site: Luciana De Carvalho