Buscar
  • CARAVANA DE LUZ EDITORA

Em Defesa da Vida: Alcoolismo Não

Por Angelina Freitas

"E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito.” Paulo (Efésios 5:18)


“A pretexto de comemorações, festas, decisões, não te comprometas com o vício... Se estás bafejado pela felicidade, sorve-a com lucidez. Se te encontras visitado pela dor, enfrenta-a, abstêmio e forte.” “Após a Tempestade" (peça em nossa livraria). Divaldo Franco, pelo espírito Joanna de Ângelis. Capítulo. 9.



O álcool é uma das drogas mais antigas da humanidade. Seu uso, inicialmente vinculado a práticas religiosas, atualmente encontra-se presente nas festividades familiares, corporativas e sociais, transformando-se, no decorrer da história humana, em “hábito social”.


Apesar de ser uma droga lícita, morrem anualmente, no mundo, por causas diretas ligadas ao álcool, aproximadamente, 2,8 milhões de pessoas, segundo relatório do periódico médico britânico The Lancet. Os resultados mostraram que o uso do álcool foi classificado como uma das principais causas de morte prematura e incapacidade em todo o mundo. Uma em cada dez mortes de pessoas entre 15 e 49 anos está ligada à bebida. No Brasil, segundo a pesquisa, 100 mil pessoas são vítimas por ano.


De fácil acesso, inclusive aos adolescentes e jovens, seu consumo excessivo tem se tornado habitual. A Organização Mundial da Saúde (OMS) mostrou, em pesquisa realizada em 2016, que o consumo da bebida no Brasil tem aumentado consideravelmente, chegando a 8,9 litros por pessoa, superando a média internacional, que era de 6,4 litros. A ingestão excessiva de álcool é o motivo das três principais causas de morte entre jovens de 15 a 24 anos: acidentes, homicídios e suicídios. Apresenta efeito destruidor de vidas, carreiras, famílias e do equilíbrio social.


Importante considerar também o suicídio indireto, pelo gradativo comprometimento orgânico. Seu consumo exagerado pode alterar o desenvolvimento cerebral e ser causa de vários adoecimentos como diabetes, doenças cardiovasculares, cirrose, gastrite e doenças psiquiátricas. Rapidamente passa-se do uso ao abuso e deste à dependência, que é conhecida como alcoolismo e considerado uma doença crônica e multifatorial, com aspectos comportamentais, sociais, econômicos e espirituais.


E é fundamental não nos esquecermos das implicações espirituais, pois, o encarnado nunca bebe sozinho, tendo sempre companhias espirituais infelizes. A partir desse conúbio nefasto entre encarnado e desencarnado, em torno do vício, surge a obsessão, que é “a ação persistente que um espírito mau exerce sobre um indivíduo.” (Evangelho segundo o Espiritismo (peça em nossa livraria), cap. XXVIII, item 81). Submetido a um processo de verdadeiro vampirismo, o encarnado alcoólatra, vê-se espoliado de suas melhores energias físicas e psíquicas, podendo chegar à depressão e ao suicídio.


Por tudo isso, utilizemos nossa liberdade de escolha para, em defesa da vida, dizermos NÃO AO ALCOOLISMO.


O Espírito Angélica, na obra da Caravana de Luz Editora, “Escrevendo Palavras, Modificando Conceitos” (adquira agora: clique aqui), nos alerta no capítulo 10: “Inteirados da realidade de que o plantio é livre e a colheita é obrigatória, no alimentar de nossos hábitos, torna-se necessário avaliemos o que temos cultivado como comportamentos e ações, buscando orientações precisas para a condução de nossas vidas, orientações estas que podemos encontrar nos ensinos do Cristo.”




#CampanhaEmDefesaDaVida; #vida; #VidaSemAlcool; #DigaNaoAoAlcool; #alcoolismo; #ProblemasComAlcool; #CampanhaContraAsDrogas; #obsessaoEdrogas; #ProcessosObsessivos; #vampirismo; #obsessao; #PerigosDoCarnaval; #EspiritosInfelizes; #DependenciaQuimica; #TheLancet; #OMS; #DrogasLicitas; #MortePrematura; #Brasil; #adolescentes #jovens #BebidaNoBrasil; #acidentes; #suicidios; #homicidios; #ImplicacoesEspirituais; #depressao; #CaravanaDeLuzEditora; #EscrevendoPalavrasModificandoConceitos; #SigaSeuCaminhoEmPaz;

COPYRIGHT 2015. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS A CARAVANA DE LUZ EDITORA. 

 

Créditos do Site: Luciana De Carvalho