Buscar
  • CARAVANA DE LUZ EDITORA

Na onda do Carnaval

Por Liana Ishitani

Caravana de Luz Editora: Alertivas sobre o Carnaval.

Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca. Jesus (Mateus 26:41)



Aproxima-se o Carnaval e muitos de nós já estamos pensando em como melhor aproveitar esse período. Ganharemos um tempinho extra para “colocarmos as coisas em dia”, visitarmos amigos e até viajarmos. Alguns já têm certeza de que querem pular “até morrer”; outros, de que querem sossego. A maioria diz que o bom mesmo é aproveitar a época pra sair da rotina e descansar.


E quem não precisa de descanso? O repouso é uma Lei da Natureza. Mas não é sinônimo de ociosidade, nem de agitações descontroladas. “O repouso serve para reparar as forças do corpo e é também necessário para dar um pouco mais de liberdade à inteligência, a fim de que se eleve acima da matéria” [1]. Por isso, sentimo-nos descansados e renovados quando saímos da rotina fazendo algo útil.


Entretanto, durante os carnavais, alguns de nós saímos da rotina descarregando tensões, longe dos limites da civilidade e buscando sensações intensas, nas turbulências da insensatez e da promiscuidade. Não é raro, nesse período, nossos olhos se encantarem com a riqueza da imaginação e das artes, resultado do trabalho em equipe e do esforço pessoal, e, ao mesmo tempo, defrontarmo-nos com as extravagâncias da sensualidade, a celebração do prazer e o lamentável aumento do consumo de drogas, bem como da violência. Findo o carnaval, sentimo-nos atordoados e esgotados. Alegria não é isso!


Do materialismo e das primeiras sílabas de cada palavra da expressão “A carne nada vale”, surge o Car-na-val, assim como a desculpa equivocada de que o instinto da matéria prevalece. Ignorando as leis divinas que temos gravadas em nós, alimentamos nossos vícios, soterrados no inconsciente.


Quando somos levados pela onda do Carnaval, que se propaga, e mergulhamos de cabeça no mar aberto das sensações, o que nos domina? Nossos vícios? A carne? Passada a folia, sairemos facilmente dessa onda?


Já afirmava Paulo, há dois milênios: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma” [2].


A matéria não é responsável pelas ações. O Espírito é que comanda e toma as decisões. Razão e fraqueza de caráter pertencem ao Espírito e não ao corpo [3]. Portanto, não adianta nos desculparmos, dizendo que o Carnaval é o Mal, ou que somos arrastados pela onda do Carnaval. Não é o Carnaval que traz consequências negativas, mas o comportamento de cada um de nós [4]. Ninguém nos obriga a agir desta ou daquela maneira. Nós é que cedemos diante da exigência dos outros [5].


Porém, renascemos, para reajuste, com terríveis tentações que decorrem do fundo sombrio da nossa individualidade [6]. Daí a sabedoria do Mestre ao orientar-nos para vigiarmo-nos e mantermo-nos em comunhão com o Nosso Pai: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca” [7].


A Caravana de Luz Editora, compromissada com a iluminação do ser, reúne na Coleção Iluminar ricos detalhamentos de estudos, que muito auxiliam quem procura a luz da Verdade clareada pela Doutrina Espírita. As obras Investigando o Livro dos Espíritos e Evangelho e Parábolas Segundo o Espiritismo guiam-nos na aquisição de conhecimentos contidos nas Obras Básicas do Espiritismo (peça as obras básicas, todas elas, em nossa livraria), no Evangelho de Jesus e nas obras subsidiárias, pontuando ensinamentos importantes para nosso progresso e felicidade.


Que tal darmos um novo significado para o Carnaval? Que tal presentearmos a nós mesmos com obras que nos iluminam? Que seja o Carnaval uma oportunidade para renovarmos energias, cuidarmos do nosso veículo de sublimação (corpo), ouvirmos uma música agradável, lermos bons livros, meditarmos, planejarmos boas ações, curtirmos a família, aprofundarmos o conhecimento espírita, reunirmos amigos e praticarmos a caridade.


Sejamos felizes e festejemos com equilíbrio, na onda do Amor Divino, semeando paz e alegria! Bom Carnaval!



[1] KARDEC, Allan. In: O Livro dos Espíritos (peça em nossa livraria. Parte Terceira. Capítulo: Da Lei do Trabalho, questão 682.

[2] Coríntios 6:12.

[3] FRANCO, Divaldo. Capítulo: Escândalos. In: Jesus e o Evangelho à luz da psicologia profunda (peça em nossa livraria). Pelo Espírito Joanna de Ângelis.

[4] FRANCO, Divaldo. Capítulo: Sexo e Sociedade - Carnaval. In: Sexo e Consciência (peça em nossa livraria). Pelo Espírito Luiz Fernando Lopes.

[5] FRANCISCO, Espírito Santo Neto do. Capítulo: Irresponsabilidade. In: As Dores da Alma (peça em nossa livraria). Pelo Espírito Hammed.

[6] XAVIER, Chico. Capítulo: Vigiemos e oremos. In: Fonte Viva (peça em nossa livraria). Pelo Espírito Emmanuel.

[7] Mateus 26:41.




#CaravanaDeLuzEditora; #carnavalEespiritismo; #AVisãoEspíritaSobreOCarnaval; #LivreArbítrio; #CondutaEspírita; #vigiaiEorai; #carnavalEobsessão; #carnaval; #CarnavalObsessãoColetiva; #obsessão; #ObsessãoColetiva; #InvestigandoOLivroDosEspíritos; #OLivroDosEspíritos; #EvangelhoEParábolasSegundoOEspiritismo; #ColeçãoIluminar; #EvangelhoEParábolas; #evangelho; #parábolas; #OEvangelhoSegundoOEspiritismo; #ComQuemTuAndas; #livroFonteViva; #livroAsDoresDaAlma; #livroSexoEConsciência;