Buscar
  • CARAVANA DE LUZ EDITORA

"Momento de fomentar a paz em tempo de crises"

Por Maria da Graça Britto de Azevedo

“Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a Terra.” Jesus (Mateus 5:5)


“Toda palavra ofensiva exprime um sentimento contrário à lei de amor e da caridade que deve regular as relações dos homens e manter entre eles a concórdia e a união...” Evangelho segundo o Espiritismo (peça em nossa livraria), cap. 9, item 4.



Recordando a afirmativa de Jesus no Sermão da Montanha, de que são “Bem aventurados os mansos, porque herdarão a Terra”, percebe-se que a mansuetude e a pacificidade são virtudes imprescindíveis para a construção do mundo de regeneração, próximo degrau evolutivo de nosso orbe.


Mas como falar em mansidão, paciência e equilíbrio diante do atual quadro mundial? Crises se instalam nos diversos setores: política, economia, valores morais. Campeiam no mundo as guerras e lutas fraticidas; a fome ressalta ao lado do desperdício; tornam-se cotidianos os crimes hediondos e todo tipo de violência. Eis a realidade atual. E Jesus, Mestre Maior, afirmou em João 14:27 que viera trazer a paz: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.” Compreende-se, então, que a paz do Cristo é construção íntima a gerar fé e confiança no porvir, quaisquer que sejam as dificuldades enfrentadas.


Afirma o Mestre que a vivência das lições de amor de seu Evangelho é fundamental para a conquista da paz, que não é externa, mas nasce, sim, no imo da alma. Com essa paz interior, Jesus enfrentou todas as vicissitudes da jornada terrestre e vivenciou a compaixão, a misericórdia e o perdão incondicional, concitando-nos à harmonia e à paz nos relacionamentos.


Esse deve ser o caminho para vivenciarmos a paz em tempo de crises: a construção da paz em nós pela prece sincera na ligação com Deus, pelo trabalho incansável no bem em prol do próximo e pela vivência das lições do Evangelho de Jesus nos relacionamentos interpessoais.


Da obra “Evangelho e Parábolas Segundo o Espiritismo – Guia de Estudos Espíritas” anotamos para reflexão acerca do assunto algumas palavras de Richard Simonetti, referenciadas no detalhamento de estudos correspondente ao capítulo “Bem-aventurados os que são brandos e pacíficos”, de “O Evangelho Segundo o Espiritismo”: “O indivíduo manso consegue sobrepor-se aos acontecimentos, mantendo-se calmo e equilibrado, sem reações negativas, não porque seja impassível, não porque não se importe, mas simplesmente porque é dono de si mesmo. ”




#amor; #caridade; #MundoDeRegeneracao; #mundo; #regeneracao; #mansuetude; #pacificidade; #NaoSeTurbeOVossoCoracao; #coracao; #paz; #BemAventuradosOsMansos; #BemAventurados; #mansos; #Deus; #ColecaoIluminar; #EvangelhoEParabolasSegundoOEspiritismo; #CaravanaDeLuzEditora; #EvangelhoEParabolas; #evangelho; #parabolas; #Jesus; #Cristo; #JesusCristo;

COPYRIGHT 2015. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS A CARAVANA DE LUZ EDITORA. 

 

Créditos do Site: Luciana De Carvalho