Buscar
  • CARAVANA DE LUZ EDITORA

Coragem na busca pela Verdade: o exemplo do Sr. William Crookes

Por André Azevedo

“Paramentados com a bússola do Evangelho, com o farol do conhecimento e com o mapa do amor, busquemos perseverantemente encontrar a Verdade e a verdade de cada um de nós nem sempre coincide com a verdade coletiva, pois a verdade individual se volta para as nossas necessidades e, daí, também os nossos desafios serem únicos por mais que se assemelhem aos dos outros.” Mensagem “Conhecimento e Verdade”, do livro “Escrevendo Palavras Modificando Conceitos”, pelo espírito Angélica. Psicografia de Maria Fátima Ferreira de Carvalho. Belo Horizonte: Caravana de Luz Editora, 2011.



Ao desbravarmos o caminho que leva ao descobrimento da verdade – quer nos refiramos à Verdade Universal, consubstanciada na Lei Divina que rege o funcionamento do Universo, quer nos reportemos à verdade íntima, que resulta do processo de autoconhecimento, certamente enfrentaremos uma gama de desafios, dos quais o maior talvez seja a superação do medo que temos daquilo que nos é, por enquanto, desconhecido.


Entretanto, confrontados com o temor que possamos sentir diante das estradas ainda não trilhadas, recordemos o exemplo daqueles que, tendo atravessado o véu do desconhecido, lograram descobrir caminhos de progresso e elevação, em benefício não apenas de si mesmos, como também de toda a Humanidade. Na história da Doutrina Espírita, não nos faltam tais modelos de coragem e perseverança.


Sr. William Crookes (1832 – 1919) dedicou sua passagem sobre a Terra a um esforço ininterrupto de investigação científica, que resultou em descobertas e invenções de grande relevância nos campos da química e da física. Alguns exemplos do legado científico de Crookes são seus estudos sobre os raios catódicos e sobre o estado da matéria hoje conhecido como plasma, a descoberta do elemento tálio e, ainda, as invenções do radiômetro de Crookes e do tubo de Crookes, instrumento cuja utilização por outros cientistas em pesquisas posteriores levou à descoberta dos Raios-X, amplamente utilizados na medicina moderna.


Com o mesmo afinco com que realizou suas pesquisas na química e na física, Crookes se dedicou à investigação científica de fenômenos que, à época, ainda estavam situados no campo do desconhecido pela Ciência humana: os fenômenos mediúnicos. Ao avançar por aquele terreno ainda não mapeado, Crookes permaneceu perseverante diante de desafios, experimentos fracassados e críticas mordazes de seus colegas de Ciência, que, com frequência, acusavam-no injustamente de ser enganado por fraudes.


Sem se deixar abalar, Crookes desenvolveu grandes trabalhos de pesquisa dos fenômenos espirituais, afirmando, em 1917, o seguinte: “Nunca tive jamais qualquer ocasião para modificar minhas ideias a respeito. Estou perfeitamente satisfeito com o que eu disse nos primeiros dias. É absolutamente verdadeiro que uma conexão foi estabelecida entre este mundo e o outro”.


Do exemplo de Crookes deduzimos que enfrentar o desconhecido com coragem e perseverar na busca pela verdade apesar de entraves e desafios são atitudes essenciais para lograrmos a conquista do conhecimento – sobre o Universo e sobre nós mesmos – e, assim, fortalecermos as bases para nossa ascensão espiritual.


Guardemos o que nos assevera Angélica em sua mensagem sobre Conhecimento e Verdade: “O medo não é uma barreira. É apenas uma emoção. Atravesse o medo”.




#LicaoDeWilliamCrookes; #WilliamCrookes; #verdade; #coragem; #perseveranca; #fenomenos; #fenomenosMediunicos; #desconhecido; #CaravanaDeLuzEditora;

COPYRIGHT 2015. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS A CARAVANA DE LUZ EDITORA. 

 

Créditos do Site: Luciana De Carvalho