Buscar
  • CARAVANA DE LUZ EDITORA

Purgatório e crise no Brasil: nossa responsabilidade no problema e na solução

Por André Azevedo

“É, pois, nas sucessivas encarnações que a alma se despoja das suas imperfeições, que se purga, em uma palavra, até que esteja bastante pura para deixar os mundos de expiação pelos mundos felizes, e, mais tarde estes para gozar da suprema felicidade. O purgatório não é, portanto, uma ideia vaga e incerta; é antes uma realidade material que vemos, tocamos e sentimos. Ele existe nos mundos de expiação como a Terra, onde os homens expiam o passado e o presente, em proveito do futuro.” Allan Kardec, na obra “O Céu e o Inferno” (peça em nossa livraria), Primeira Parte, Cap. V – “O purgatório”.


“Cumprir os deveres de cidadão e eleitor, escolhendo os candidatos aos postos eletivos, segundo os ditames da própria consciência, sem, contudo, enlear-se nas malhas do fanatismo de grei. O discernimento é caminho para o acerto.” André Luiz, na obra “Conduta Espírita” (peça em nossa livraria), Cap. 10 – “Nos embates políticos”.



Diante do contexto atual da Humanidade terrestre, marcado por níveis significativos de dor e dificuldade nas experiências individuais e coletivas que todos vivenciamos, consola-nos refletir que, conforme nos esclarece a Doutrina, tais dificuldades e dores não estão postas em nosso caminho por força do acaso; ao contrário, constituem expiações e provas decorrentes da Lei de Causa e Efeito, segundo a qual colhemos hoje os frutos de nossas escolhas pretéritas. A par de nos possibilitarem o resgate dos erros do passado, as provações que vivenciamos nos facultam o crescimento intelectual e moral de que necessitamos para, no futuro, sob a égide da Lei de Progresso, conquistarmos a perfeição e a felicidade a que estamos destinados.


Manter isso em mente nos ajuda a enfrentar com maior clareza e otimismo as lutas ásperas em que estamos inseridos. Os brasileiros, em especial, estamos imersos, já há alguns anos, no contexto de uma crise multifacetada, que se manifesta, dentre outros fatores, pela deterioração das condições econômicas, pela epidemia de violência nas relações sociais e pelo grave adoecimento das instituições políticas.


Se já temos conhecimento da Lei de Causa e Efeito, podemos estar certos de que não nos encontramos nessa experiência por acaso; é bem possível que tenhamos, outrora, contribuído para a construção das mazelas políticas e sociais do País e que as vicissitudes do momento atual sejam não apenas nossa oportunidade de reparação, como também a chance de burilarmos nossos valores, substituindo os velhos padrões do egoísmo oportunista pela retidão na conduta interpessoal e social.


Cientes dessa realidade, estejamos atentos às responsabilidades de cidadania que nos competem e utilizemos nossa voz e nosso voto na arena pública com discernimento, conforme recomenda André Luiz, de modo a contribuirmos para a construção de um Brasil melhor.




#OCeuEOInferno; #purgatorio; #AllanKardec; #Kardec; #livroCondutaEspirita; #Brasil; #crise; #CriseNoBrasil; #politica; #NosEmbatesPoliticos; #espiritoAndreLuiz; #DoutrinaEspirita; #LeiDeCausaEEfeito; #LeiDoProgresso; #progresso; #cidadania; #discernimento; #felicidade; #perfeicao; #CaravanaDeLuzEditora; #PapelDoCidadao; #espirita; #cidadao; #brasileiros;

COPYRIGHT 2015. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS A CARAVANA DE LUZ EDITORA. 

 

Créditos do Site: Luciana De Carvalho